Revista Pensando Famílias

“Pensando Famílias” é uma publicação regular do DOMUS – Centro de Terapia de Casal e Família visando a divulgação de artigos inéditos referentes às áreas de casal e família. As modalidades dos trabalhos aceitos incluem artigos teóricos, relatos de pesquisa e casos clínicos, artigos de revisão e/ou atualização bibliográfica, resenhas e outros que serão submetidos para avaliação da Comissão Editorial, Conselho Editorial e Consultores ad hoc.

Textos, posicionamentos teóricos e ideológicos, contidos nos trabalhos propostos, são, unicamente, de responsabilidade do autor.

Este é um ano muito significativo para a terapia familiar no Brasil e, especialmente, em Porto Alegre, RS, pois sediamos o XIII Congresso Internacional de Terapia Familiar, da IFTA. O tema do Congresso: Desafios à família no século XXI é instigante e nos faz refletir, mais uma vez, o que poderá nos trazer este novo milênio, quando tudo acontece e evolui de forma progressiva e rápida. Constatamos que a última década trouxe-nos conhecimentos incríveis, modificando pensamentos, comportamentos, hábitos, valores…
E nós, terapeutas de família, como inserimo-nos nesta realidade de tantas inovações?
A busca incessante por novos conhecimentos e por uma melhor compreensão do comportamento humano em contextos mais amplos é um dos caminhos que podemos tomar nesta realidade de tantas modificações.
Isto é o que propomos em nossa publicação, quando profissionais de diversos contextos e realidades relatam algo de suas experiências e reflexões.
Esta perspectiva de abertura ao novo traz implicações relevantes, pois é uma possibilidade que o terapeuta de família tem de ampliar sua bagagem teórico-prática e, dentro de uma dimensão transformativa, expandir sua capacidade de flexibilizar suas conversações terapêuticas.
Neste número, iniciamos mais uma forma de interação entre profissionais, convidando aos leitores de Pensando Famílias a enviarem comentários sobre os artigos publicados, que poderão ser respondidos pelos autores do artigo.

Helena Centeno Hintz

DOI: 10.13140/RG.2.2.12933.24804

Resumo 
Este texto aborda, inicialmente, alguns aspectos pertinentes às famílias no século XX. A família do início desse século configurou-se com características de hierarquia, sendo a figura masculina detentora do poder, apoiado no baluarte econômico e no seu papel exercido na sociedade. Na segunda metade do século, por influências sociais, políticas e econômicas, a família passou por modificações acentuadas, contribuindo em grande parte para isto o surgimento de uma nova perspectiva sobre as questões de gênero. A condição feminina foi se modificando e, concomitantemente. houve mudanças também no papel masculino, gerando reformulações na relação conjugal e, naturalmente na relação pais-filho. Com a emergência de novas tecnologias que passam a fazer parte do quotidiano das pessoas, mais rapidamente novos comportamentos são adquiridos, surgindo novas necessidades e expectativas. Estes e outros fatores vão se agregando e contribuindo para que a estrutura familiar tradicional – pai, mãe e filhos – não seja a única forma de relacionamento familiar abrindo-se um espaço significativo a outras configurações familiares.

Abstract
At first the text approaches some crucial aspects of the XX Century families. The typical family of the beginning of this Century has been framed with hierarchy features where the masculine figure was the detainer of the power, although he himself has been supported by the economic bastion and his role within the society. On the second half of the Century, the family has experienced strong modifications in its structures, due to social, economic and politic influences, what greatly have contributed for the sprouting of new perspective on gender questions. The feminine condition also has been modifying along with huge changes occurred in the masculine role. Consequently it generated reformulations within the conjugal and parent-child relationship. With the blooming of new technologies what start to be part of people everyday life, quicker new behaviors was acquired claiming for new needs and expectations. These and others factors had a great contribution so that the traditional familiar structure – father, mother and children – could not be the unique familiar relationship, but it gives birth to a relevant place to others familiar patterns.

Helena Centeno Hintz

Clique aqui para o texto completo

Resumo: Tom Andersen é Psiquiatra, Professor do Institute of Community Medicine, University of Tromso, Noruega. Introduziu o uso da Equipe Reflexiva nos atendimentos de famílias com espelho unidirecional. Dr. Andersen esteve em Porto Alegre, nos dias 8 e 9 de outubro de 2000, graças a uma promoção conjunta entre a Fundación INTERFAS, de Buenos Aires, e DOMUS- Centro de Terapia de Casal e Família. Nessa ocasião, ele realizou o atendimento ao vivo, em nossa Instituição, de duas famílias, o qual foi acompanhado por um grupo de terapeutas de família de nossa cidade. Na mesma ocasião, a Coordenação do DOMUS realizou uma entrevista com o Dr. Andersen, que foi gravada e transcrita.

Resumo: Mudanças sociais, econômicas e políticas tem levado a família a uma reorganização na sua estrutura, principalmente no que se refere à alteração de papéis e funções de cada membro, no seu interior e no contexto a que pertence, bem como no confronto entre a realidade e o modelo familiar idealizado. Uma das características dessa reorganização é o fato de seus membros necessitarem, cada vez mais, de contatos sistemáticos e efetivos em sua rede social. levando a família a potencializar uma perspectiva mais coletiva nas suas relações. rompendo. dessa forma, a fronteira rígida que privatizava a vida de seus integrantes. Trabalhar com famílias, considerando esse contexto, exige modificações tanto na forma de entendimento, quanto no atendimento de seus problemas, dando-lhe um caráter mais coletivo. Uma das possibilidades é a de reconhecer nas Redes Sociais fontes potenciais de recursos para além da resolução do problema que leva a família a procurar ajuda. buscando a satisfação das necessidades afetivas, informativas e materiais, bem como a potencialização dos recursos de todos os envolvidos no processo.

Abstract: Political, economical and social changes have led the family to a reorganizing of its structure, mainly wish regards to changes in the roles and functions of each member, within itself and the context to which it belongs as well as in the confrontation between reality and the idealized family model. One of the characteristics of this reorganizing is the fact that its members need, more and more, effective and systemic contacts in its social network, causing the filly to potentialize a more collective perspective in its relations, thereby breaking the rigid frontiers which once privatized the life of its members. To work with families, considering this context, demands changes both in the way nature. One of the possibilities is that of recognizing in the social networks potential source of resources. Beyond solving the problem which led the family to search for help, aiming to Satisfy the affective, informative and material needs as well as the potentializaty of the resources of everyone involved in the process.

Cláudia Deitos Giongo

Resumo: A autora relata sua experiência no tratamento da violência e do abuso sexual na infância, tece considerações a cerca das causas e da relação da violência e do abuso sofrido pelos pais na infância. Descreve seu método de trabalho, tanto no atendimento das famílias como em sua atividade didática.

Abstract: The author tells her experience with violence and sexual abuse treatment in infancy, make considerations about the ethiology the relationship of the violence and sexual abuse suffered by the parents in their awn childhood. Describe her therapeutic method in her clinic and in her leaching activity.

Edith Tilmans-Ostyn

 
 

Resumo: Este trabalho focaliza a difícil (des)integração das famílias migrantes. Detém-se sobre aspectos lingüísticos e sobre a importância de pertencer a uma comunidade lingüística como parte da construção da família. Sublinha ainda que a diferença intergeracional pode comportar, para as famílias migrantes uma diferença intercultural. A hipótese é que a integração social da segunda geração pode vir acompanhada de uma “des-integração” familiar. Para enfrentar este fenômeno paradoxal, é necessário conectar o ciclo de vida da família e o ciclo da migração, tendo a mediação cultural como prática social crítica.

Abstract: This work focuses on the difficult (dis)integration of migrant families. Language features and the importance to belong to some “linguistic community” as part of family construction are considered. The claim is that generational differences in migrant families can take the aspect of intercultural differences. The hypothesis is that “social integration” of children comes along with family “dis-integration”. In order to contrast this paradoxical phenomena, we have to connect family life cycles and migrant cycles, and think about cultural mediation as a critical social practice.

Pietro Barbetta

Resumo: O texto estabelece uma relação de causa e efeito entre as transformações da como principal desencadeante da renovação dos papéis nas famílias modernas, suas repercussões na prole e no social. Refere brevemente os novos paradigmas entre os gêneros, bem como as conseqüentes dificuldades e conflitos precipitados na nova família. Menciona ainda as mudanças que se projetam sobre o grupo a partir das conquistas técnico-sociais, tais como acesso ao planejamento familiar, decorrentes de doenças físicas e psíquicas na mulher, aspectos jurídicos, econômicos, dentre outros.

Abstract:
 The text establishes a cause and effect relation between many transformations of the woman as beeing the main unleasher of the roles renewal in modern families, their repercussion to the progeny and in the social. Makes reference to the new paradigms between the genders, as well as consequent difficulties and conflicts in the new family. It also mentions the changes projected over the group from techno-social conquests, such as access to an effective family planning, resulted physic and psychic illness in women, juridical aspects, economic, among others.

Ivone M. C. Coelho de Souza

Resumo: Após sublinhar a importância da comunicação entre os diversos profissionais da saúde que atendem uma pessoa ou uma família, o autor apresenta alguns dos aspectos da intervenção narrativa terapêutica. Trata-se da intervenção com a família de uma criança portadora de deficiência auditiva. Além de apresentar as cartas que dirige à família e o conto que resignifica sua experiência, transcreve as cartas em que os membros da mesma comunicam suas reações diante da intervenção, tece algumas considerações sobre o processo e os mecanismos de funcionamento da narrativa terapêutica. É apresentada, também, a reflexão da fonoaudióloga da criança. O balanço final é feito pela mãe.

Abstract: After emphasizing the importance of communication among the many health professionals who attend a person or a family, the author presents some of the narrative intervention aspects. This article is about an intervention on a deaf child’s family Besides the letters written to the family and the tale, which remains the family experience, the author transcribes the letters where the family members communicate their reactions to the intervention, their comments on the process and the functioning mechanisms of narrative therapeutic. The child’s speech therapist reflections are also presented. The mother made the final balance.

Carlos Arturo Molina-Loza

Resumo: O que é mais importante nas famílias com paciente terminal: – A criação da estratégia de disfarce ou de alívio, pela família e/ou profissionais, neste enfrentamento? – Enfrentar o diagnóstico tratamento e prognóstico através de uma relação de confiança entre o paciente e sua família, respeitando as condições psicossocial do paciente, bem como seu desejo de saber a verdade?

Abstract: What s more important in a family with a terminal patient: – The creation of “strategies” of dignising or relieving by the family a professionals? – Dealing with the diagnosis. treatment and prognosis. through a confide patient-family relationship, respecting patient’s psychosocial conditions as well his desire to know the truth?

Maria Heloisa Russomanno Fernandes

Resumo: A família é um sistema que está sempre em movimento, portanto não estático, mas é necessário a permanência de alguns fatores que reforçam e mantém a identidade do sistema. Identificamos que famílias se utilizam de recursos próprios para que o sistema não mude. O “contrato secreto” que se estabelece, entre seus membros, é a forma encontrada pela família, para que o sistema permaneça em homeostase. Ao se trabalhar com famílias, observamos que, para que a psicoterapia se desenvolva satisfatoriamente, deve haver um certo grau de comprometimento e apoio entre seus membros propiciando uma adesão ao tratamento. Pretendemos abordar três situações que se relacionam ao contrato terapêutico: contrato entre os membros da família; fidelidade a legados familiares e contrato de trabalho na terapia. Essas questões estão nos instigando por acreditarmos que estão vinculados a situações de abandono, insucesso e até mesmo ao prolongamento de terapias sem muitas respostas.

Abstract: Family is a system that is always in movement. But is necessary the permanence of some factors that keeps the identity of the system. We can see that families use their own resources to maintain the system without changes. The “secret contract” that is sustained by the members can be the way that family found to keep the system homeostasis. When working with families, we can observe that we need a level of commitment or support among members allowing the treatment to go well. We are planning to talk about three situations that are related with the therapeutical contract: contracts among family members; respect on families legacy and contract about therapeutical work. These questions are inspiring us because we believe that they are connected to the situations of abandon, failure and also therapies that take a long time without any changes.

Ana Lúcia M. Carvalho da Silva, Laíssa Leopardo Eschiletti

Resumo: O presente trabalho apresenta pesquisa realizada com 12 alunas do curso de formação do Centro de Terapia casal e família – DOMUS, as quais responderam questionário semi-estruturado a respeito de famílias compostas por indivíduos abusadores de substâncias psicoativas (SPA). Os resultados mostraram que, apesar da alta prevalência, o problema da drogadição entre as famílias ainda não é abordado de forma objetiva e sistemática. Geralmente, as famílias onde um dos pais é usuário de SPA, são caracterizadas como caóticas, desorganizadas e disfuncionadas onde os filhos raramente irão experimentar disciplina, suporte e orientação. Tal estrutura de família deixa pouca oportunidade para as crianças e adolescentes identificarem modelos parentais sadios e relacionamentos adequados, e de encontrar respostas às suas necessidades emocionais. Os dados apresentados confirmam os estudos encontrados na literatura a respeito das repercussões da drogadição nas famílias.

Abstract: This research was conducted with 12 professional students of a Family Therapy training center – DOMUS. Through a structured questionnaire, they answered question about families of drug abuse individuals. The results showed that despite of the high prevalence of drug addiction within families, the problem is not approached in a systematic and objective basis. Often, families with drug abuse are characterized as chaotic, disorganized and dysfunctioned where children rarely experience discipline, support and orientation. Such family structure gives little opportunity to children and adolescents to identify; healthy relationships and role models to find responses to their emotional needs. Data presented corroborate other studies in the literature about consequences of drug addiction into families.

Silvia Chwartzmann Halpern

Resumo: O trabalho tem como objetivo entender o funcionamento do paciente psicossomático’ e sua relação familiar, visto que essa assume papel importante no desenvolvimento da doença. O caso relatado, sobre um paciente psicossomático que usa a linguagem dos sintomas para comunicar-se, mostra que nesses, onde o sintoma possuiu um significado, o mais importante, e talvez o mais difícil, é ser escutado e entendido de forma biopsicossocial pelo médico que deverá dispor-se a ouvi-Ia. Através da escuta foi possível decodificarmos o significado da linguagem corporal e dessa forma entender o funcionamento desse paciente bem como o papel assumido pela família. Os subsídios teóricos sobre comunicação, pacientes psicossomáticos, Terapia Centrada em Soluções e Terapia Familiar Médica juntamente com um entendimento Sistêmico, possibilitaram a compreensão do caso e certamente ajudarão a maioria dos pacientes psicossomáticos.

Abstract: The aim of this article is to understand the psychosomatic patient and the relationship he maintains with his family that is very important to the development of the disease. In the present case, a patient uses the symptoms oft he disease as a language to communicate himself. It makes clear that when a symptom has a specific meaning, the most important and probably the most difficult aspect is to be understood by the doctor in a biopsicossocial view. This understanding makes it possible to decode the meaning of the body language and then to realize the functioning of the patient as well as of his family. Theoretical aids about communication, psychosomatic patients, Centered Solutions Therapy, Medical Family/y Therapy along with a Systemic understanding, make it possible the comprehension of the present case and certainly it will help the majority psychosomatic patients.

José Vitor Zir

Resumo: Dentre os segredos que mais desorientam a pessoa em formação estão aqueles que dizem respeito à sua origem, Aqui entram questões como situações atípicas com relação à concepção, tais como violência sexual, fertilização in vitro, inseminação artificial, “barrigas de aluguel”, etc.; pais desconhecidos; adoção; árvore genealógica indesejável por questões de preconceito sócio-cultural, econômico, racial, religioso ou outros… O objetivo deste trabalho é discutir esse tema, sob diferentes aspectos tais como: – a decisão sobre o segredo: iniciativas, estabelecimento de alianças c de pactos, com exclusão de terceiros – papéis e funções de cada um, com relação à guarda do segredo – a função do segredo, nos planos consciente e inconsciente – as razões do segredo, nos planos consciente e inconsciente – a repercussão do segredo na vida familiar – o “desvelar” do segredo no setting terapêutico e seus efeitos. Entendemos que segredos sobre a origem estão no centro de um processo complexo, que inclui o intrapsíquico e o psicossocial, o transgeracional e o horizontal, o passado, o presente e o futuro. E cremos que, se tais segredos existem, algo sobre sua origem – a origem do segredo sobre a origem – merece ser profundamente compreendido e considerado, tendo em vista todo um processo psicoterapêutico, seja ele individual, conjugal ou familiar.

Abstract: Within the secrets which mostly disorientates a developing person, are that have to do with his or her origin. Questions a unusual situations related to conception, such as sexual violence ,fertilization “in vitro”, artificial insemination, rental mothers, etc.; unknown parents, adoption, undesired genealogy due to social, cultural, , economic, racial, religious or other prejudice. The aim of this work is to discuss this s subject, under different aspects, such as: – The decision about the secret: initiatives, alliance establishments and agreements excluding other parties. – Roles and functions of each regarding the keeping of the secret – The function of the secret, in conscious and unconscious levels. – The reasons of the secret, in conscious and unconscious levels. – The repercussion of the secret on the family’s live. – The unveiling of the secret in the therapeutic setting and its effects. We understand that secrets about origin are in the center of a complex process that includes intrapsycho, psychosocial and the transfer through generation, as the horizontal, the past, the present and the future. We believe that if such secrets exist, something about their origin – the origin of the secret about origin-deserves to be deeply understood and considered, observing all in a psychotherapist process, which can be individual, pair or family.

lara L. Camaratta Anton, Andréa A!ves, Ana Paula Maraschin, Clarissa Menezes, Márcia Camaratta Anton, Márcia Pulrolnick, Renata Rodrigues, Rosane Machado, Rosane Rodrigues (texto completa)

Resumo: O autor aborda, neste artigo, os aspectos normais da personalidade do adolescente, as condutas normal e conflitiva deste período da vida. Analisa as influência da família e do grupo de amigos. Enfatiza a necessária oposição do adolescente normal para o normal desenvolvimento para uma vida adulta sadia. Relata sua experiência no tratamento destas famílias com adolescente conflitivo.

Abstract: The author relates, in this article, the normal aspects of the adolescent personality, the normal and the conflictive conducts of this period of life. Analyses the family and friends influence. Emphasizes the necessary opposition of the normal adolescent to the normal development for a healthy adult life. Tells his experience in the management of these families with a conflictive adolescent member.

Jorge De Vega

close-link